DFS para escritórios remotos

Hoje cada vez mais precisamos manter o ambiente de filiais mais parecidos possível com o ambiente de produção, para que os usuários de escritórios remotos tenham as mesmas experiências que um usuário alocado na matriz.

Um dos pontos que temos que atentar é para parte de arquivos. Os arquivos são um dos pontos mais críticos da empresa, onde o usuário precisa cada vez mais desses arquivos independente de onde ele esteja.

O grande desafio do administrador de redes é justamente manter esses arquivos acessíveis de vários pontos diferentes e com segurança. Lembrando também que em escritórios remotos temos um outro ponto para tomarmos cuidado, que é em relação comunicação com servidor de arquivos da matriz, onde na maioria das vezes é realizada através de links WAN, que sabemos que se trata de links não muito rápidos, então também precisamos trabalhar com a otimização do link.

É onde entra o Distributed File System (DFS), com o DFS podemos colocar um servidor em cada filial, replicando para um servidor central que no caso poderia ser na matriz. O protocolo chamado Remote Differential Compression (RDC), é um protocolo que otimiza o trafego de replicação, onde ao invés de mandar todos os arquivos, ele manda só as atualizações, sendo assim otimizando e muito a parte de replicação.

Outra vantagem do DFS é que podemos colocar pastas e arquivos em vários servidores diferentes em um mesmo namespace, isso significa que para o usuário final fica transparente de onde ele está acessando os arquivos.

Ganhamos também com a parte de backup, podemos replicar tudo para um servidor central e fazer backup apenas desse servidor, pois na maioria dos casos não temos uma equipe de TI nos escritórios remotos, isso dificulta muito a parte de backup que um fator crucial para empresa.

Segue o link com uma documentação completa sobre o DFS.

http://technet.microsoft.com/en-us/library/cc787066(WS.10).aspx

Share

Post to Twitter

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>