BPOS

BPOS, Office 365, Cloud Computing e outros

Eu demorei muito pra falar de BPOS, Cloud Computing, Azure, etc. Sempre espero algum tempo para comentar as novas tecnologias, mas convenhamos, não há mais nada de novo, já é uma realidade. Já vejo vários clientes que estão cada vez mais interessados nessas tecnologias. Há uma convivência de muitos clientes com o ambiente on-premises (local) e os serviços na nuvem, como é o caso do Exchange Online, que faz parte da suite do BPOS, e até alguns que tem seu correio totalmente online. Então é hora de se aprofundar no assunto, tenho estudado recentemente sobre isso e conforme for aprendendo com os projetos e colegas da área, vou repassando informações aqui pra vocês.

Vamos passar rapidamente pelo BPOS, que logo deverá ser atualizado para o Office 365. Mas ainda há projetos de implantação de BPOS no momento, então vamos rever alguns pontos antes de falar das atualizações.

BPOS

Business Productivity Online Services ou Business Productivity Online Standard Suite.

Para saber mais, acesse o site oficial no Brasil:http://www.microsoft.com/online/pt-br/business-productivity.aspx.

Em resumo: É um conjunto de ferramentas que são fornecidas como serviço de assinatura. São ferramentas de mensageria, como é o caso do Exchange Online e outras de colaboração, como Sharepoint, Office Communicator e Live Meeting.

Você vai no site da Microsoft e pode comprar um número de licenças que deseja. Você também pode ter o Exchange on-premisses (local) e ter apenas algumas caixas no BPOS, trabalhar num cenário de coexistência. Há algumas migrações ocorrendo também, se você procurar por aí verá que há empresas que migram do Google Apps para o Exchange Online, há migrações de plataforma Linux, Lotus e Novell Groupwise para o Exchange Online.

O mais legal, você pode testar o serviço por 30 dias Open-mouthed smile

Se você possui Exchange na sua empresa, pode testar de uma forma bem tranquila, pois ele cria uma estrutura a parte de comunicação (encaminhamento) entre teu Exchange local e o Exchange online.

Já existem ferramentas de migração e sincronização de diretórios. Você irá sincronizar tua base do AD de uma forma tranquila também com o uso do Dirsync.

Pontos interessantes: Facilidade de uso, menor esforço administrativo, não demanda investimento de infraestrutura interna, acesso seguro (SSL), os recursos são hospedados nos data centers da Microsoft, você não precisa investir numa enorme estrutura interna, se um data center falhar os caras tem um data center backup, segundo eles também o tempo de serviço garantido é de 99,9%.

Pontos para se observar: Dependente de uma estrutura WAN estável (ainda um pouco complicado no Brasil). O preço ainda não é aquela maravilha, mas também não é tão salgado. Você terá de confiar as informações da sua empresa num serviço que alguém administra do outro lado do mundo, em alguns casos pode ser um risco, veja o famoso caso da Amazon.

Um site nacional bem legal que conheci essa semana é o:http://carlosem.wordpress.com/. Lá tem centenas de informações a respeito e alguns vídeos bem interessantes!

Se você não conhece nada de BPOS e não tem como testar ainda, mas quer dar uma olhada na cara do produto, dê uma passada no Youtube e faça uma busca por BPOS. Veja também os vídeos que comentei acima, no blog do Carlos Monteiro.

Na próxima falo um pouco mais da novidade: Office 365.

[]s
Tiago Ferreira de Souza

Share

Post to Twitter