Archive

Archive for the ‘Hyper V’ Category

Hyper-V – Templates de VM com Differencing Disks

January 25th, 2013 No comments

Introdução

Uma dica muito boa para se criar laboratórios no Hyper-v, ainda mais agora com o Windows 8, é fazer uso de templates e differencing disks.

Navegando por alguns blogs interessantes, encontrei uma dica matadora parar automatizar esse processo com o PowerShell e resolvi indicar aqui para vocês.

Vou demonstrar no meu lab como funciona e como é muito útil!

O Lync de referência é:

http://lyncdup.com/2012/06/creating-hyper-v-3-differencing-disks-in-server-2012-with-gui-and-powershell/

Recomendo que leiam com atenção o artigo original. Só quero repassar aqui na prática e mostrar que funciona. Alegre

Desenvolvimento

Podemos criar templates de VMs para criarmos novas máquinas virtuais com apenas alguns cliques. Nesse artigo vamos criar o template utilizando Differencing Disks.

Differencing Disks podem ser usados para se economizar espaço em disco ao se criar as novas VMs, e diminuir a quantidade de vezes que tem que atualiza-la, pois elas se utilizam do disco criado para uma VM parent, ou base como eu gosto de dizer.

Para saber mais sobre Differencing Disks recomendo o seguinte link do Technet Wiki:

http://social.technet.microsoft.com/wiki/contents/articles/1393.hyper-v-virtual-machine-vm-parent-child-configuration-using-differencing-disks.aspx#CreateDiffVMC

Tem toda a explicação e passo a passo para se criar.

Abaixo os passos necessários:

  • Criar uma VM base e seu VHD
  • Instalar todos os updates
  • Sysprep da VM
  • Tornando o disco read only
  • Criando o Diff Disk
  • Criando nova VM para usar o Diff Disk
Criar uma VM base e seu VHD

Nesse passo, criei uma VM comum “Windows 2008 R2 Template”.

clip_image002

Instalar todos os updates

Nessa fase, costumo fazer o seguinte:

  • Windows Update
  • Desabilito o firewall
  • Instalo o .NET Framework
  • Desabilito o Internet Explorer Enhanced Security Configuration (IE ESC)

Mas fique a vontade para customizar conforme sua necessidade.

clip_image004

 
Sysprep da VM

Nessa fase vamos fazer o sysprep da VM com a opção de generalize, deixando a opção para desligar a VM marcada. Dessa forma evitamos o velho problema de SID duplicado.

Iniciar –> executar –> sysprep.

clip_image005

clip_image006

clip_image007

Aguardar finalizar e desligar a VM.

clip_image008

 
Tornando o disco read only

O disco da VM base / parent deve ficar marcado como read only, com base nesse disco vamos criar os discos diferenciais futuros. Vamos até as propriedades da VM que criamos como template e marcar o disco como read only.

clip_image009

 
Criando o Differencing Disk

Aqui entra o diferencial que citei no artigo da introdução, segue novamente como referência:

http://lyncdup.com/2012/06/creating-hyper-v-3-differencing-disks-in-server-2012-with-gui-and-powershell/

Como já temos nossa VM base instalada, com o sysprep e o disco read only, é hora de criar os novos VHDs que usarão o differencing disk, isso irá reduzir drasticamente o espaço ocupado pelo novo VHD.

O mais legal é poder apenas copiar e colar os comandos, só troque para o nome que precisar e aponte o local dos arquivos e pronto, ele monta e liga a VM para você configurar. Smiley piscando

Exemplo:

New-VM –Name lab1-dc01 –MemoryStartupBytes 1024MB -SwitchName “LAB1” -Path E:\14-VMs\LAB1\lab-dc01 -Verbose

New-VHD –ParentPath "E:\14-VMs\Templates\Windows2008R2\Windows 2008 R2 Template.vhdx" –Path E:\14-VMs\LAB1\lab1-dc01\lab1-dc01.vhdx -Differencing

Add-VMHardDiskDrive lab1-dc01 -Path E:\14-VMs\LAB1\lab1-dc01\lab1-dc01.vhdx

Start-VM lab1-dc01

clip_image011

Se olharmos o Hyper-V agora, vamos verificar a VM já iniciada pronta pra ser configurada.

clip_image013

clip_image015

Agora se verificarmos o espaço ocupado pela VM em disco, podemos verificar a economia por estar usando os arquivos essenciais da VM base que criamos.

clip_image017

Abaixo o tamanho da nossa nova VM.

clip_image019

Para comparar, vamos abrir nossa VM original, criada como base.

image

O que acha? Uma VM normal com 13GB! E nossa outra VM com aproximadamente 1GB!

Conclusão

Divirtam-se Alegre

 

Tiago Ferreira

Share

Post to Twitter

Tipos de redes no Hyper-V

Quando estamos configurando a parte de redes no Hyper-V, nos deparamos com alguns tipos de redes que o Hyper-V disponibiliza para trabalharmos, vamos dar um breve overview sobre cada rede.

Redes virtuais externas:

Esse tipo de Rede é destinada aquela implementação aonde haverá comunicação das maquinas virtuais com a sua rede física, esse cenários e destinado a projetos cuja a característica tenha como, a comunicação com toda a sua rede, Exemplos: Um Servidor Virtual Exchanger, Isa Server, SharePoint etc. Obs: lembrando que para tal configuração é necessário selecionar um adaptador de rede Físico.
Esse tipo de configuração é atribuído para cenários aonde você possa trocar informações de:
Maquina virtual para Maquina virtual
Maquina virtual para Host (Física)
Maquina virtual para outros Servers físicos.

Redes virtuais internas:

Este tipo de configuração é mais destinado a um ambiente de teste, basicamente a conexão realizada será feita entre a maquina Host e as guets ou seja sua maquina física e suas maquinas Virtuais.
Esse tipo de configuração é atribuído para cenários aonde você possa trocar informações de:
Maquina virtual para Maquina virtual
Maquina virtual para Host (Física).

Redes virtuais privada:

Redes Virtuais Privadas: Esse tipo de configuração é implementado em um ambiente aonde você queira privar sua maquina virtual de qualquer trafego com sua maquina host ( Física ).
Esse tipo de configuração é atribuído para cenários aonde você possa trocar informações de:
Maquina virtual para Maquina virtual.

OBS: Diariamente o pessoal me pergunta porque minha placa de rede não funciona na VM, são duas coisas bem simples de ser analisada, primeiro- busque o driver mais atual da sua placa de rede, segundo verifique se o Integration Services do Hyper-V está instalado na VM.
Esse é um detalhe super importante para que a placa de rede funcione nas VMs, você terá que instalar o Integration Services do Hyper-V que pode ser encontrado no menu Ação e depois em “Inserir Disco de instalação dos serviços de Integração”. Após a instalação do Integration Services basta reiniciar a VM para a placa de rede funcione. (ambiente esse aonde será configurado utilizando a placa de rede física).

Share

Post to Twitter

Categories: Hyper V Tags: